Voltámos…

Posted in ... on Janeiro 28, 2009 by paulo dâmaso

a estar online na “casa mãe” da Confraria em:

http://paulodamaso.blogspot.com

Forum For Bloggers

Posted in ... on Agosto 9, 2008 by paulo dâmaso

Blog Crash

Fim

Posted in blogs, Blogues on Julho 3, 2008 by paulo dâmaso


The Doors «The End»

Tudo, na vida, tem um princípio, um meio e um fim… Este blogue chegou ao fim da (sua) linha…

Obrigado a todos quantos fizeram da “Confraria das Bifanas” um dos blogues mais populares da Figueira da Foz…

Deixo-vos, não para sempre, pois manterei activo o meu “[De]Ver de Olhar”, com uma música que adoro (“The End”, dos míticos The Doors) e com uma frase que resume e “explica” (para quem quiser perceber ou encaixar) o meu sentimento actual:

O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons”, de Martin Luther King

Rapidinha da tarde…

Posted in Humor on Julho 3, 2008 by paulo dâmaso

Um jovem e fogoso médico abriu consultório numa pequena aldeia alentejana, onde só havia idosos. No primeiro dia, começou por atender o Ti Augusto e aproveitou p’ra perguntar:

– Então Ti Augusto, aqui na terra não há meninas???
– Aqui na há nada! Só se for às Sêxtas-Fêras com a Égua ! – respondeu o Ti Augusto.

Passado algum tempo, já o Médico andava a ganir de desejo, quando o Ti Augusto voltou à consulta:
– Então homem, hoje é sexta-feira, como é que é isso da Égua?
– Sendo 3 da tardi, o sôdoutori venha ter comigo à bêra do riacho.

Quando lá chegou, encontrou uma fila enorme de homens, mas ele como era médico, toda gente o deixou passar à frente. Quando viu a Égua, o médico esqueceu os preconceitos e, libertando o desejo reprimido, baixou as calças e montou-se no animal.

Ao fim de alguns minutos de relação, o Ti Augusto chega-se ao pé do Médico e diz:
– Sôdoutori, ê na queria interrompêri, mas na canse a bichinha, porque ela é que nos vai levari p’ro outro lado do riacho, onde estão as gaijas!!!!!

mp3

Posted in mp3 on Julho 3, 2008 by paulo dâmaso


UK SubsI Couldn’t Be You

Ode to her…

Posted in ode to her on Julho 3, 2008 by paulo dâmaso

“A tua voz na primavera”
Florbela Espanca

Manto de seda azul, o céu reflete
Quanta alegria na minha alma vai!
Tenho os meus lábios úmidos: tomai
A flor e o mel que a vida nos promete!

Sinfonia de luz meu corpo não repete
O ritmo e a cor dum mesmo beijo… olhai!
Iguala o sol que sempre às ondas cai,
Sem que a visão dos poentes se complete!

Meus pequeninos seios cor-de-rosa,
Se os roça ou prende a tua mão nervosa,
Têm a firmeza elástica dos gamos…

Para os teus beijos, sensual, flori!
E amendoeira em flor, só ofereço os ramos,
Só me exalto e sou linda para ti!

Tá roupa na corda!

Posted in Bom dia on Julho 3, 2008 by paulo dâmaso


“mad hot morning”, de Katrin

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.